O Dia Internacional do Trabalhador

28 May 2019

Neste mês, comemorou-se o dia 1º de Maio, Dia Internacional do Trabalhador, dia de diversas manifestações, passeatas, protestos e reivindicações, e também dia de celebrar as conquistas alcançadas na luta por melhores condições de trabalho.

 

Para ilustrar essa data, compartilhamos “Construção”, de Chico Buarque, uma das canções emblemáticas sobre o trabalhador, pois retrata o cotidiano de um trabalhador na construção civil e suas condições de trabalho.

 

Logo depois da música citamos alguns direitos e deveres do trabalhador previstos em nossa Constituição Federal.

 

CONSTRUÇÃO

 

(Chico Buarque)

 

com JOSÉ MIGUEL WISNIK e LUIZ TATIT

 

Amou daquela vez como se fosse a última

Beijou sua mulher como se fosse a última

E cada filho seu como se fosse o único

E atravessou a rua com seu passo tímido

Subiu a construção como se fosse máquina

Ergueu no patamar quatro paredes sólidas

Tijolo com tijolo num desenho mágico

Seus olhos embotados de cimento e lágrima

Sentou pra descansar como se fosse sábado

Comeu feijão com arroz como se fosse um príncipe

Bebeu e soluçou como se fosse um náufrago

Dançou e gargalhou como se ouvisse música

E tropeçou no céu como se fosse um bêbado

E flutuou no ar como se fosse um pássaro

E se acabou no chão feito um pacote flácido

Agonizou no meio do passeio público

Morreu na contramão atrapalhando o tráfego

 

Amou daquela vez como se fosse o último

Beijou sua mulher como se fosse a única

E cada filho seu como se fosse o pródigo

E atravessou a rua com seu passo bêbado

Subiu a construção como se fosse sólido

Ergueu no patamar quatro paredes mágicas

Tijolo com tijolo num desenho lógico

Seus olhos embotados de cimento e tráfego

Sentou pra descansar como se fosse um príncipe

Comeu feijão com arroz como se fosse o máximo

Bebeu e soluçou como se fosse máquina

Dançou e gargalhou como se fosse o próximo

 

E tropeçou no céu como se ouvisse música

E flutuou no ar como se fosse sábado

E se acabou no chão feito um pacote tímido

Agonizou no meio do passeio náufrago

Morreu na contramão atrapalhando o público

 

Amou daquela vez como se fosse máquina

Beijou sua mulher como se fosse lógico

Ergueu no patamar quatro paredes flácidas

Sentou pra descansar como se fosse um pássaro

E flutuou no ar como se fosse um príncipe

E se acabou no chão feito um pacote bêbado

Morreu na contra-mão atrapalhando o sábado

 

Do CD "Songbook Chico Buarque - Vol. 07"

 

Músicos:

Alê Siqueira: Cavaquinho e Violão     

Gilberto Assis: Violão    

José Miguel Wisnik: Teclados    

Marcos Suzano: Percussão    

Mário Manga: Violoncelo

 

Ouvir "Construção" no Youtube:

http://youtu.be/H3YF8T8oo7A

 

 

Repararam nos direitos e deveres que estão previstos nessa música? O trabalho é um direito previsto no art.7º da Constituição Federal.

 

Nos incisos deste artigo estão a previsão da duração do trabalho normal não superior a oito horas diárias e quarenta e quatro semanais, facultada a compensação de horários e a redução da jornada de trabalho, mediante acordo ou convenção coletiva de trabalho (inciso XIII) e o repouso semanal (inciso XV).

 

Na música, o personagem se despede de sua família e vai trabalhar para cumprir sua jornada de trabalho. Menciona-se que por um momento descansa como se fosse sábado, afinal, todo trabalhador tem direito ao repouso semanal.

 

Apesar da música falar sobre uma construção, o trabalhador ao final da música é desconstruído: ele tropeça e cai, do alto da construção. Aqui lembramos do inciso XXII do artigo 7º da Constituição Federal, que refere-se à redução dos riscos inerentes ao trabalho, por meio de normas de saúde, higiene e segurança.

 

Que as condições de trabalho sejam respeitadas, que os direitos dos trabalhadores sejam garantidos! Cidadania por direito!

 

 

 

 

 

Please reload

Nossos artigos

Please reload

Arquivo

Please reload

Tags

Please reload

Associação Bê-a-bá do Cidadão

contato@beaba.org.br

(11) 996567785

Registre-se em nosso site para receber novidades do Bê-a-bá do Cidadão
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle
  • YouTube - Black Circle